Macaíba

"Macaíba terra amada/ Histórica é uma beleza/ Filhos ilustres aqui brotam/ Manancial de nobreza/ Desde a sua fundação/ Desse solo, desse chão/ Tidos como realeza."

Total de visualizações de página

terça-feira, 24 de novembro de 2015

Cordelista macaibense recebe homenagem na Câmara Municipal de Natal



No dia 24 de novembro, em solenidade alusiva ao Dia Municipal do Cordelista realizada na Câmara Municipal de Natal, um dos homenageados foi o cordelista macaibense Hailton Mangabeira. A solenidade foi proposta pela Vereadora Amanda Gurgel. 

 


domingo, 22 de novembro de 2015

Encontro inédito de quatro grandes artistas macaibenses



Foto: Edeilson Morais
Cidadão Macaibense – O Supermercado Favorito de Macaíba foi palco de um encontro inédito entre quatro grandes artistas macaibenses. Juscio Marcelino, artista plástico e primeiro à esquerda da foto, descreveu o encontro da seguinte forma:
“Hoje foi um excelente encontro com três dos grandes artistas macaibenses que muito admiro: Josafá Alves (ao meu lado), primeiro artista plástico que conheci. Pintava os seus trabalhos e saía pela cidade a vender. Na sequência está Hailton Mangabeira, um multiartista que passeia pelo teatro, cinema e literatura. E o grande desenhista Batista Pinheiro. Um feliz momento.”
Em contato com o Cidadão, Juscio revelou que o encontro foi uma obra do destino.
“Nada estava combinado. Tudo conspirou para este momento. Foi uma troca de informações impressionante e todos beberam do vasto conhecimento de Batista”, disse.
Batista Pinheiro é um artista plástico macaibense que, há cerca de 50 anos, saiu de Macaíba para fazer fama país afora. Hoje, ele mora em São Paulo e está passando o mês de férias em Macaíba.

           cidadaomacaibense.com.br
 

terça-feira, 17 de novembro de 2015

quinta-feira, 12 de novembro de 2015

Boi de Reis da Cia. Interart de Teatro na Festa da Padroeira de Mangabeira

O Boi de Reis da Cia. Interart de Teatro marcou presença na Festa da Padroeira de Mangabeira, Santa Isabel da Hungria, na noite desta quarta, 11/11/2015. A festividade teve início dia 08 e prossegue até o dia 17, com variada programação religiosa, cultural e social.





*Sobre Santa Isabel da Hungria

Isabel era filha de André, rei da Hungria, e nasceu num tempo em que os acordos das nações eram selados com o casamento. No caso de Isabel, ela fora prometida a Luís IV (duque hereditário da Turíngia) em matrimônio, um pouco depois de seu nascimento em 1207.
Santa Isabel foi morar na corte do futuro esposo e lá começou a sofrer veladas perseguições por parte da sogra que, invejando o amor do filho para com a santa, passou a caluniá-la como esbanjadora, já que tinha grande caridade para com os pobres. Mulher de oração e generosa em meio aos sofrimentos, Isabel sempre era em tudo socorrida por Deus. Quando já casada e com três filhos, perdeu o marido numa guerra e foi expulsa da corte pelo tio de seu falecido esposo, agora encarregado da regência.
Aconteceu que Isabel teve que se abrigar num curral de porcos com os filhos, até ser socorrida como pobre pelos franciscanos de Eisenach, uma vez que até mesmo os mendigos e enfermos ajudados por ela insultavam-na, por temerem desagradar o regente. Ajudada por um tio que era Bispo de Bamberga, Isabel logo foi chamada para voltar à corte, e seus direitos, como os de seus filhos, foram reconhecidos, isto porque os companheiros de cruzada do falecido rei tinham voltado com a missão de dar proteção à Isabel, pois nisto consistiu o último pedido de Luís IV.
Santa Isabel não quis retornar para Hungria; renunciou aos títulos, além de entrar na Ordem Terceira de São Francisco. Fundou um convento de franciscanas em 1229 e pôs-se a servir os doentes e enfermos até morrer, em 1231, com apenas 24 anos num hospital construído com seus bens.
Santa Isabel da Hungria, rogai por nós!

quarta-feira, 11 de novembro de 2015

domingo, 8 de novembro de 2015

Aluna da Escola Estadual Dr. Severiano lança livro "Um surto de lucidez"

Rafaela Aciole, aluna da Escola Estadual Dr. Severiano lança livro intitulado "Um surto de lucidez". O livro é prefaciado pelo poeta e filósofo Roberto Noir. Alegria imensurável poder perceber a concretização do sonho de Rafaela, que é a publicação do seu livro. Rafaela é mais uma realidade poética macaibense que desponta para o mundo, como também bem colocou Roberto Noir.
Contato com a autora: rafa_wladson@hotmail.com


quinta-feira, 5 de novembro de 2015

Hailton Mangabeira marca presença no Festival Literário de Natal - 2015


Hailton Mangabeira representa Macaíba no Festival Literário de Natal - 2015, no Espaço do Professor Leitor, na Tenda Moacy Cirne, nesta sexta, 06 de outubro, a partir das 13h30.