Macaíba

"Macaíba terra amada/ Histórica é uma beleza/ Filhos ilustres aqui brotam/ Manancial de nobreza/ Desde a sua fundação/ Desse solo, desse chão/ Tidos como realeza."

Total de visualizações de página

segunda-feira, 16 de outubro de 2017

Cordel José Jorge Maciel



Outubro é um mês especial para nós macaibenses, pois é o mês do aniversário de Macaíba, No ensejo das comemorações, estamos lançando o cordel, nº 132, do ilustre macaibense José Jorge Maciel, médico e ex-prefeito (1953-1958), que deixou um legado humano, político, cultural e profissional que nos enche de orgulho, ainda mais, de ser Macaíba. Estampa a capa, mais uma bela xilogravura de Sebastião Palhares. O referido cordel é parte integrante do livro “Macaíba: Manancial de nobreza” que será lançado logo em breve.

sábado, 14 de outubro de 2017

Parlamento Cabacense



Uma das cenas mais enigmáticas e intrigante do filme “Um lugar que não existe” é a Sessão Milagreira. Gravada na Casa de Cultura de Macaíba, contou com a atuação de onze atores: Cleiton Marle, José Nilson, Vera Anjos, Adriano Nascimento, Robson Batista, Alexandre Ribeiro, Veriano André, Júnior Costa, Juliano Alcântara, Lourdes Souza e Maria Galvão. Um set digno de uma superprodução, que contou com a equipe completa de produção, direção artística e a direção geral, onde Lula Borges conduziu com maestria a cena que entrará para a história do cinema de Macaíba, do estado e do país. Uma cena tão completa que, suscitou-se a ideia de ser transformada numa peça de teatro.
O Parlamento de cabaço deu um exemplo para o Brasil, pois sabemos que todos os problemas do país se resolveriam nos parlamentos das esferas: Federal, Estadual e Municipal. Mas, o que acontece, é exatamente antagônico aos anseios da sociedade. E qual seria a solução? Bem simples, bastava apenas todo parlamento encravado em solo brasileiro seguir o exemplo do Parlamento Cabacense. E como saber essas diretrizes? Mais simples ainda, é só assistir o filme “Um lugar que não existe” e colocá-las em prática. Assim, o Brasil seria outro. 


















segunda-feira, 9 de outubro de 2017

Planejamento eficaz transforma sonho em realidade



Com um planejamento bem feito, a produção do filme “Um lugar que não existe” está cumprindo rigorosamente o cronograma de execução cinematográfica, superando todas as expectativas e indo muito mais além do que previsto. O longa-metragem já atingiu 80% das gravações e avança a passos largos para a finalização das gravações no final de outubro. A estreia que ocorrerá em dezembro/2017. Além da sede do município de Macaíba/RN, várias comunidades rurais, como: Lagoa do Sítio I, Traíras, Mangabeira, terão a oportunidade de receber o lançamento do filme que será exibido em praça pública. Também iremos além das cercanias da terra do “Pisa na fulô”, os municípios de Vera Cruz e na comunidade de Sítio de Santa Cruz, Bom Jesus, São Gonçalo do Amarante e nas comunidades de Uruaçú e Santo Antônio do Potengi e Natal, por onde o filme está sendo gravado, irão receber a exibição.